O mês de junho está se aproximando,  época em que as temperaturas começam a baixar. Melhor estação do ano para viagens em que aproveitamos as delícias de um dia frio. A Serra Gaúcha, particularmente o Vale dos Vinhedos, é uma ótima opimageção para uma viagenzinha de fim de semana, principalmente para a comemoração de dia dos namorados.

Chegamos em um sábado cedo, vindo de carro pela serra. Nos encantamos logo de cara com os parreirais que se formam ao longo da estrada, embelezando ainda mais a paisagem. Paramos o carro, antes mesmo de chegar ao hotel, para ver as uvas de perto e tirar fotos.

Dica: as vinícolas oferecem uma boa estrutura para turistas, com várias formas de degustação de vinhos, em que o valor pago se converte em crédito na aquisição de produtos.

Xkc4Uqbez4BmoJhfk0lMpIRY5VllxD22K5sLbL0DAs vinícolas que mais gostamos foram Casa Valduga e Cave de Pedra. Já no primeiro dia, fizemos o Tour de Visitação na Villa Valduga, ganhamos uma taça de cristal com o logotipo “Casa Valduga”. Uma graça e um bom souvenir. Não conseguimos almoçar no restaurante da vinícola porque estava lotado.

Dica: nós não ficamos nas vinícolas, pois não sabíamos que existia esse tipo de hospedagem, mas recomendamos, pois, pelo que vimos, deve ser uma experiência maravilhosa.

aldea-restaurante

O dia estava muito chuvoso e nós já estávamos morrendo de fome, seguimos então à Trattoria Mama Gema, que tínhamos visto boas recomendações, porém, estava também com a casa cheia. Nos arrependemos de não termos feitos reservas e acabamos marcando para o dia seguinte. Então, ficamos no andar de baixo, compramos um vinho e os garçons, super solícitos, nos trouxeram, de cortesia, uns pãezinhos e frios que estavam maravilhosos. Salvou nosso dia.

Dica: sempre façam reservas nos tours guiados e nos restaurantes, principalmente, em alta temporada.

No dia seguinte, fomos à vinícola Cave de Pedra, que foi uma surpresa boa. Ela é mais intimista e possui rótulos de altíssima qualidade que, infelizmente, não são comercializados para outros estados do Brasil.

Dica: aproveite e leve com você vinhos exclusivos, se quiser, eles entregam em domicílio.

374819246-XGA degustação na Cave de Pedra é menos concorrida, portanto, mais agradável. Além do local que parece um mini castelo da Idade Média, muito charmoso. Voltamos ao Mama Gema, dessa vez com reserva, porém não foi o esperado. Muito cheio, confuso, e a comida deixou a desejar, nada demais, mas, meio decepcionante. Até porque tivemos ótima impressão do dia anterior.

No terceiro dia, já vínhamos embora, então só fizemos umas comprinhas de vinho, queijos e salames artesanais, botas de couro, enfim, típicos artefatos da Serra Gaúcha.

Dica: nós não gostamos do tour guiado na Vinícola Aurora. Ela fica no centro da cidade e não no vale dos vinhedos, por isso, perde um pouco a graça. Sempre é o local mais cheio e o vinho, servido na degustação, é de baixíssima qualidade.

Onde ficar

Ficamos no Hotel Laghetto Viverone e foi excelente a estadia. Hotel novo, super limpo, café da manhã delicioso e o atendimento super cortês e solícito. Bom custo e benefício.

Para quem queira investir um pouco mais recomendo o Spa do Vinho.

Como chegar

Chegamos pelo aeroporto de Porto Alegre e alugamos um carro na Localiza. Super fácil e rápido, porém, tem que ter muito cuidado na estrada, que é super sinuosa e de ruim visibilidade, principalmente em dias frios de cerração.

Dica: pode ser feita uma viagem bate e volta para Gramado, que também é um charme e são apenas 2hs de carro, mas preferimos separar em duas viagens pra não ficar corrido.

Sou apaixonada por viagens, chopp, vinhos, restaurantes charmoso e tudo que seja muita curtição. Procuro sempre não julgar ninguém e respeitar as escolhas de cada um, afinal, pra mim, o que importa na vida é ser feliz.